Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Pode alguém sentir desejo sexual por pessoas inteligentes?

Descobri recentemente um fato curioso sobre mim, sinto tesão por pessoas inteligentes.
A principio pensei não ter problema algum, mas conversando com algumas pessoas do meu entorno descobri que tal reação não é bem normal do comportamento humano.
Obviamente que ninguém sente se atraído por pessoas burras, mas a questão é que não é uma atração meramente intelectual que sinto pelas pessoas inteligentes, mas uma reação carnal.
Sim, do tipo que temos ao assistir filmes pornográficos, então entrei em pânico, porque é completamente desconhecido pelo menos pra mim, não conheço ninguém com tal ‘anomalia’, se é que posso me considerar um anômalo.
Ainda chocado comigo mesmo resolvi pesquisar na internet sobre o assunto e descobri que tal “fenômeno” se chama Sapiossexualidade.
Sapiossexualidade ser sexualmente atraído à inteligência, e tal terminologia foi supostamente criada por Daven Stalder, que afirma ter inventado a expressão em 1998 conforme este link na internet: https://hypescience.com/sapiossexualidade-sapiossexual/
Eu li e reli varias vezes este link, sobre tal ‘fenômeno’ mas confesso não estar esclarecido totalmente do ‘por quê’ as pessoas se sentem sexualmente atraídas por pessoas inteligentes.
Nem sei por que estou fazendo esse drama todo por conta desta minha descoberta aparentemente bombástica, mas vou ser sincero com todos vocês, a grande verdade é que não me importo se você é homem ou mulher, sendo importante para mim a sua inteligencia, podendo rolar qualquer coisa carnal entre nós.
Nem me importo com a beleza externa, o que me atrai fortemente é a sua inteligência, para isso basta eu prestar atenção nas idéias das pessoas que saem através de suas bocas no formato das palavras.
Por esta razão eu presto muita atenção no que as pessoas falam para mim, infelizmente são raras as pessoas com que eu poderia estar rolando na cama, concretizando da forma mais poética um desejo carnal oriundo da intelectualidade alheia.
Mantenho a minha mente sempre aberta, quero dizer eu tento, não sendo fácil nessas condições, porque não é todo mundo que saem falando sobre suas esquisitices e predileções sexuais, me tornando num completo alienígena.
Principalmente quando saio com alguns amigos que sempre tem alguma historia de cunho sexual para relatar, enquanto eu, por me sentir anômalo fico quieto, zoando comigo mesmo e a título de disfarce, dizendo que sexo só depois do casamento, brincando e posando de ‘bom moço’, mal sabendo todos que sou tão pervertido quanto qualquer um deles.
Mas acho que não preciso me preocupar com tal “anomalia”, afinal de contas não se trata de um desvio comportamental agressivo, daqueles que fazem mal com quem quer que seja sendo apenas mais uma variação do comportamento sexual humano.
Acho que posso ficar em paz comigo mesmo, quer saber?
Confesso que ficarei mais tranqüilo comigo mesmo se descobrir alguém que tenha essa minha mesma “predileção sexual”, a má notícia é que ninguém gosta de falar sobre suas predileções sexuais abertamente por ser um tabu falar sobre essas coisas.
Então na prática estarei ferrado, vou ter que viver com essa dúvida, ‘se sou normal ou anormal’ por resto da minha pacata, mas absurda vida de quem descobre cada coisa cavernosa sobre mim mesmo! (risos)

Paulo RK 

Um comentário:

  1. Eu, particularmente, já vejo essa situação por outro ângulo. Acredito que sabendo do que realmente gosta, mais possibilidades você tem de encontrar. Sorte sua!

    Beijão!
    Blog: *** Caos ***

    ResponderExcluir