Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Devemos “envelhecer” como bons vinhos, não como pares de sapatos inúteis!

Agradeço a vida por mostrar muitas coisas que antes eu negava enxergar sobre mim, principalmente das minhas fraquezas que não gostava de admitir em ter que mudar.
Depois do amadurecimento me tornei numa pessoa melhor, quero dizer tenho muito a melhorar e acredito que enquanto viver neste mundo, devo fazer o melhor uso do aprendizado contínuo, aperfeiçoando até o vencimento da minha validade, valorizando cada sopro que ainda me resta, aprendendo com todos e quando não mais precisar viver nesta imensa e gratificante escola chamada VIDA, partirei sem remorsos, levando nas minhas lembranças as pessoas queridas que muito amei em vida e que também me odiaram aqui neste plano terrestre!
O relacionamento é muito importante, aprendemos muito uns com os outros, das boas às más pessoas, elas sempre estão nos ensinando, por esta razão o isolamento deve ser sempre a ultima opção em nossas vidas, prefira sempre estar em boa companhia, mas se não puder se relacionar com pessoas de boa qualidade e índole, esteja com as más, mas nunca se isole do seu semelhante, prefira sempre viver na companhia da sua própria espécie aqui neste mundo.
Sobre ter que conviver com pessoas de má índole, tenha sempre cautela, pois tais pessoas sem caráter poderá em algum momento cometer algo desagradável contra a sua pessoa, ou seja, tenha relacionamentos com essas pessoas de má índole, mas nunca se envolva com elas, tipo converse, seja simpático, troque ideias e aprenda com elas, mas nunca faça quaisquer tipos de negócios que envolva dinheiro, pois elas sempre obterão vantagens sobre você.
Nada contra, mas a lógica dos que não tem caráter não é bem uma democracia, porque eles sempre querem o melhor para eles em detrimentos dos nossos, a lógica dessa gente egoísta funciona na seguinte proporção, 80 % eles e 20% nós, sempre querendo ter vantagens em tudo!
O mundo funciona bem em equilíbrio quando buscamos ser justos com todos, não podemos viver somente em torno dos nossos umbigos, todos temos direitos garantidos desde que respeitamos os direitos alheios, e tal lógica não se aplica com aqueles que carecem de caráter.
A dinâmica da vida é de simples compreensão, mas tem gente que ainda não conseguiu compreender, por esta razão o mundo se encontra nesta anarquia, tem muita gente falando o que pensa, mas poucos procuram escutar o que o seu semelhante tem para falar.
Então tudo que temos é um mundo onde ninguém consegue compreender ninguém, todos, falamos as mesmas línguas, mas ninguém consegue compreender ninguém, parece à bolsa de valores, onde todos gritam, na verdade berram, e os que não são corretores não entendem patavinas, querendo mesmo sair de lá correndo as pressas, tamanho desespero que nos dá daquele pessoal. (risos)
Ninguém nasce pronto, portanto ninguém fica velho, mas idoso, tem uma diferença entre uma realidade e outra, a qualidade de ficar velho, é referente a tudo que sai de fábrica novo e pelo uso constante fica velho, sendo considerado na maioria dos casos inútil, e pronto para serem descartados com lixos.
Tal realidade não acontece com nós humanos, não ficamos velhos porque não fomos fabricados, na verdade não nascemos prontos, mas vamos construindo a nós mesmos com o passar do tempo!
Ou seja, vamos aprendendo a ser um ‘ser melhorado’, então devemos nos tornar como os vinhos que melhora a cada safra e à medida que envelhecemos e ficamos com o corpo pesado as nossas mentes deverão seguir o curso inverso, tornando se mais leve e sábio a cada aniversário.
Esse é o mal das pessoas, acreditam que ser idoso é sinônimo de doenças ou de tudo de ruim que nos remete a condição do velho, lembre-se que não ficamos velhos, mas idosos, condição de idade avançada com mais sabedoria por termos vividos mais que as outras pessoas.
Não pense que a qualidade de ser um idoso é depreciativo, muito pelo contrário deveria ser visto com honra e dignidade pelos jovens como aqueles que sobreviveram a muitas intempéries e vicissitudes da vida.
Mas jamais devemos ignorar o fato que todos ficaremos idosos um dia e para não envelhecermos e nos tornarmos absoletos como velhos sapatos, devemos sempre aprimorar nossos conhecimentos, nos livrar do peso das nossas próprias ignorâncias, nos tornando melhor a cada aniversário, como os bons vinhos melhoram a cada safra, para podermos transcender quando for à chegada a hora de partir desta para uma vida melhor! (assim esperamos)

Paulo RK

Por que suas orações parecem nunca serem atendidas ?

Você sabe por que determinadas orações não são atendidas?
Porque talvez você esteja orando errado!
Acho que ninguém talvez tenha ensinado que não devemos tratar ‘divindades superiores’ como tratamos os comerciantes aqui na terra.
Quero dizer não devemos ‘barganhar’ com deus ou quaisquer outras divindades para os quais oramos com toda a nossa devoção para o livramento de todas as causas ou males que nos faz sofrer tanto e nos aborrecem.
Eu mesmo antes de ser budista orava errado, vivia pedindo para “deus” um bom emprego, e se quer me aprimorava nos estudos para agregar mais valores em mim mesmo.
Orava e reclamava, sem agir corretamente conforme a realidade do nosso mundo, os anos se passaram e eu na mesma, carguinho de arquivista ganhando aquela mixaria, até o office-boy teve uma promoção, sendo promovido para ser boy interno da superintendência, ganhando o triplo dos arquivistas e dos demais colegas office-boys.
Será que deus gostava mais dele do que de todo o resto dos boys ou dos arquivistas?
Nada disso, observe o perfil daquele garoto que teve uma promoção no setor que todos cobiçavam.
Ele era educado, falava bem, pois nas horas vagas lia bons livros, quando não tinha serviço externo demonstrava interesse em aprender serviços internos de outros setores e para ajudar, assim o fazia sempre que autorizado pela sua própria chefia e com isso aprendia novos serviços, se tornando num colaborador necessário a empresa.
Então o obvio, quando fazemos mais do que nos pedem, as chances de ganhar muito mais do que nos foi proposto incialmente é real, sem falar que as grandes oportunidades se abrem bem a nossa frente quando nos esforçamos o bastante.
Tal história que aconteceu numa das passagens em minha vida são ‘aguas passadas’, de quando trabalhava como arquivista, mas a realidade dos fatos ainda são muito presentes, porque a lição dentro de mim permanece, aqueles que demonstram interesses em aprender e buscam melhorar suas condições nesta vida sempre alcançam a ‘graça’!
Do contrário é verdadeiro, não adianta eu ficar pedindo para deus em orações, ou “barganhar” por um milagre se eu não aprimorar a minha condição de vida, estudando e aperfeiçoando em alguma área que me propõem a atuar.
Hoje sou adulto e amadureci bastante, muitas coisas mudaram em mim, desde a aparência até a forma de como enxergo o mundo ao meu redor.
Se antes era submisso e acreditava que tudo que acontecia em mim, era obra de um ser divino e central, onipresente e onipotente, e que todas as coisas  boas ou ruins aconteciam por vontade dele, e que cabia a mim ‘somente’ aceitar e viver uma vida resignada por não poder ir contra a sua vontade, mudei tal pensamento errôneo.
E hoje posso dizer que estou liberto das ignorâncias que me faziam sofrer de quando acreditava que podia ‘barganhar’ com deus a minha própria felicidade aqui na terra!
Como era estupido, me envergonho em ter que admitir que nas minhas orações só pensava em mim mesmo, para os meus benefícios próprios, por um emprego bom, por um carro zero quilômetros, por uma vida social repleta de riquezas materiais e muito pior barganhava com deus, fazendo promessas, se conseguisse tal coisa faria outra coisa em retribuição.
Não vou ser hipócrita, e apesar da minha crença ter mudando radicalmente, sendo diferente a do passado, continuo almejando alguns confortos materiais, afinal de contas se elas existem são para ser desfrutados, apenas mudei as minhas formas de crença, que tudo que almejar neste mundo terreno, tenho que lutar e conquistar por méritos próprios.
E hoje oro por gratidão por estar vivo com saúde e ter muita disposição para correr atrás dos meus sonhos aqui na terra, mas principalmente, oro também para a felicidade dos meus entes queridos, como pai, mãe, irmãos, sobrinhas e amigos.
E quando oro “pedindo” algo para as divindades celestiais, só peço uma única coisa, peço sabedoria, para saber lidar e me livrar da minha própria ignorância que é a causa de todos os meus males e sofrimentos aqui na terra.

Paulo RK