Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Eu cresci e o meu nome não é mais Paulinho!

Eu até sei que algumas pessoas me chamam por carinho, mas ultimamente estou me sentindo muito incomodado quando elas me chamam de ‘Paulinho’.
Quando mais novo até gostava, mas hoje depois de amadurecido e tendo fisicamente e mentalmente ‘crescido’, o meu nome no diminutivo tem me irritado e às vezes e dependendo de quem me chama pelo diminutivo me causa transtornos.
Principalmente no ambiente de trabalho, e não é ‘psicológico’, ou “coisas” da minha cabeça, no mundo corporativo, a forma como as pessoas se direciona a nós, revela muito sobre as nossas competências de liderança pessoal e profissional.
E confesso que fico muito incomodado, ‘mais ainda’, porque sei que as pessoas que me chamam pelo diminutivo, não são por maldade, mas pelo próprio nome, porque ‘Paulo’, automaticamente são chamados de Paulinho, assim como os ‘Antonios’ da vida, são chamados de ‘toninhos’. (risos)   
Pra piorar, nem o meu corpo e nem a minha face é de um homem adulto, cresci mantendo as características e fisionomia de quando ainda era moleque, por questões genéticas, ‘eu acho’, então acredito que até que eu envelheça vou ter que superar a minha repulsa em ser chamado pelo diminutivo, ‘Paulinho’! (risos)
Na verdade é que quando as pessoas me chamam de ‘Paulinho’ me sinto fraco, emocionalmente frágil, e principalmente quando tenho que realizar algum trabalho, em conjunto com pessoas acima dos seus cinqüenta anos eles me tratam como se eu fosse um bebê, dificultando ainda mais o meu árduo processo de amadurecimento.
Embora eu viva afirmando para todos, que por dentro serei uma eterna criança, e que sei distinguir uma condição da outro, sendo que sei ser criança quando em ambiente propício, mas sei também ser um adulto quando necessário.
A questão é que quando pessoas com mais idade, me tratam como se eu fosse um bebê num ambiente profissional, começo agir como se fosse um, pois extrapolo, perdendo a credibilidade com as pessoas que não me conhecem pessoalmente, sendo descartado, sem mesmo tendo a oportunidade de mostrar as minhas competências, sendo considerado e tratado muito erroneamente como se fosse um moleque! (risos)


Paulo RK 

Um comentário:

  1. Querido, sou muito mais velho que vc e continuam me chamando de Paulinho! OMG!!!

    Beijão

    ResponderExcluir