Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Parece pouco, mas se hoje posso comer ovo e linguiça além do arroz e feijão é porque sou muito esforçado e otimista!!



Dos meus pais desconheço tempos ruins, mas não se enganem a gente já passou por maus tempos em família, tempos em que comíamos apenas arroz e feijão, porque era tudo que tínhamos!
Mas por outro lado, em um país continental e desgovernado do jeito que se encontra, comer arroz e feijão pode ser um luxo pra poucos, porque tem muitos brasileiros, comendo restos nos lixões espalhados pela cidade.
Por outro lado cada um com seu cada um, apesar de me sensibilizar com esta triste realidade da nação brasileira, não posso fazer muita coisa além de desabafar por aqui, afinal de contas o mar não está pra peixe pra ninguém, e cada qual deve levar a sua vida da melhor forma possível.
O que eu quero dizer com ‘levar a vida da melhor forma possível’?
Eu explico; eu vejo muitas pessoas, principalmente os jovens com idade e escolaridade suficientes para trabalhar, mas preferem a vida mansa, alegando não terem boas oportunidades, se antes estava ruim e eles com essa desculpa da falta de oportunidades de trabalho, agora eles reforçam mais a crença, afirmando a convicção por conta da crise, tendo motivos de sobras para ficarem de “boa” em casa!
Desculpas de aleijado sempre foram muletas, graças a deus ou a educação que tive dos meus pais, sempre acreditei em dias melhores dentro das minhas próprias capacidades de lutar, pela minha incansável condição otimista, de obter um lugar ao sol nesta minha vida.
Então nunca liguei para notícias ruins como as empresas que estão quebrando, que a crise tá braba, mas não nego, por outro lado, com todas essas dificuldades pior será se ficar em casa, com os bolsos vazias e mentes vazias, pois é de conhecimento que mentes vazias são oficinas do diabo, a pessoa só pensa porcaria e o que é pior, fazem porcarias em suas vidas.
Isso não é tudo, pior são aqueles que possuem uma profissão, mas com poucas motivações para venderem seus peixes e conquistarem seus lugares neste mundo, preferindo acreditar em dias melhores, ou numa bondade divina celestial, que aqui eles chamam de deus e que um dia ele os abençoará, lembrando que são pessoas com pouca cultura da realidade mundana, com muitas dividas e pagantes de alugueis.
Sou otimista e realista então não me deixo abalar por dificuldades alguma, fazendo sempre o meu melhor, explorando tudo que sei fazer em termos de mão de obras para ganhar dinheiro honesto, porque do céu, e aprendi com os meus pais, só cai chuva, mas ultimamente nem isso! (risos)
Portanto um conselho; em tempos de crise, crie, seja criativo e busque conquistar o seu espaço nesta vida, não use muletas para justificar a tua inércia ou falta de vergonha na cara para ser um ser humano produtivo e começar a colaborar com a nação, se tornando numa pessoa próspera!
Paulo RK

4 comentários:

  1. Sua história é semelhante à minha e tb à de muita gente. Coisa rara nos dias de hoje. Mas enfim, é uma questão de formação ... Ser criativo é o mote, aliado é claro com luta, perseverança.

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. ai ai ... adoro um prato com "linguiça" ... kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Paulo vc tem razão! tem muita gente cheio de oportunidade mas que esta encostado, esperando o mundo, a maré, a brisa, trazer as coisas! parabens pelas suas vitorias!

    ResponderExcluir