Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

sábado, 5 de agosto de 2017

Mês de agosto, meu aniversário, nada de tristeza, apenas felicidade por saber que sobrevivi mais um ano com muita saúde e disposição pela vida!

Novamente o mês de agosto e para mim, um mês bacana, afinal de contas é o mês do meu aniversário, apesar de não ganhar mais presente como antigamente quando ainda era um menino fofo e para algumas pessoas como mãe e pai, bonitinho. (risos)
E ao contrário de algumas pessoas não fico triste por estar completando mais um ano de vida por estar “ficando velho”, na verdade não vejo como poderíamos ficar velhos, porque afinal de contas, não sou nenhum produto que saiu de fábrica e com o passar do tempo e supostamente me tornaria ultrapassado.
Compreendo que nenhum ser humano fica velho como os produtos manufaturados, o homem só se torna ultrapassado se ele quiser, afinal de contas ao contrário dos produtos industrializados, que foram fabricados para durar por um determinado tempo, nós humanos não temos limites para sonhar e viver os nossos próprios sonhos em vida, não é a idade biológica que nos limita ou determina quaisquer realizações das nossas felicidades neste mundo, mas a decadência mental de quem desiste de viver somente pela data do aniversário!
Não sendo a nossa idade um fator limitante das nossas felicidades neste mundo, porque enquanto estivermos vivos e independendo das circunstancias de vida, que podemos estar passando, tudo dependerá da nossa força de vontade de agir e reagir para o melhor e fazer acontecer os nossos sonhos.
Para quem não sabe a felicidade é muito pessoal e não cabe a ninguém nos proporcionar os sentimentos da felicidade, só a nós mesmos, porque afinal de contas só nós sabemos o que é melhor para nós mesmos.
Então no mês do meu aniversário, costumo comemorar agradecendo por mais um ano de vida, por mais uma chance concedida pela própria vida, tendo em mente que nunca, jamais poderei desperdiçar esta benção, que é o fato de estar vivo, com saúde e principalmente com muita disposição!

Paulo RK

Nenhum comentário:

Postar um comentário