Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Eu fui ameaçado por um velho de bengala!

Ser ameaçado por um tigre de bengala é uma coisa muito séria, mas ser ameaçado por um velho de bengala já é conversa pra fazer boi dormir, fala sério! (risos)
Somos todos recipientes, vocês já se repararam, ou perceberam de alguma forma, que o nosso corpo é um recipiente que “comporta” a nossa alma e tudo que absorvemos do mundo, através dos nossos olhos e dos ouvidos?
Detalhe um ‘recipiente’ que não transborda, mas fica saturado quando cheio!
Esse é o mal, mas o fato de não transbordarmos não significa que não precisamos nos aliviar ou descarregar das coisas que acumulamos ao longo de nossas estúpidas existências.
Observem, tem um senhor dos seus setenta e poucos anos, pai de uma cliente, que já tinha me orientado sobre a insanidade do mesmo desde que iniciei os meus serviços no local.
Portanto nem é por reclamação que estou a desabafar, pois tenho a consciência de quando saímos na chuva é pra se molhar, para quem não sabe sempre espero o pior das pessoas, porque ser humano algum é perfeito, assim como eu e como todos nós.
E nem é porque eu seja uma pessoa pessimista, a questão é que ao longo da minha pacata existência, tenho observado e analisado muitos comportamentos hostis da nossa própria espécie, portanto seria uma irresponsabilidade da minha parte esperar quaisquer sentimentos nobres, seja lá de quem for.
Apesar de que não podemos generalizar e sempre existirá uma luz no fim do túnel, como a pessoa que se destaca, no meio da multidão, pelo seu próprio comportamento diferenciado.
Mas voltando ao assunto que não quer se calar dentro de mim, o velho pai da minha patroa, me pegou pra cristo na quinta feira, começou a falar que eu sou ladrão, que me viu mexer nos armários, vasculhando a procura de dinheiro, e que iria me denunciar e que nunca mais a família dele iria me contratar.
Ficou azucrinando meus ouvidos, das oito horas da manhã até às treze horas e trinta minutos, mas antes de sair e deixar o local, falei uns “desaforos” para ele, sou muito respeitador com pessoas de mais idade, mas em plena quinta feira ninguém merece, eu não mereço e você não merece!
Disse a ele que a hora dele já tinha espirado aqui no planeta, e que ele era um velho déspota e caquético, e que era culpa dele mesmo estar encostado como se fosse um objeto inanimado e ignorado por todos.
Fiquei tão nervoso com o ‘moribundo’ que o ameacei, obviamente que falei de zoeira, pois nunca mataria uma formiga gratuitamente a não ser que ela me incomodasse como ele estava. (risos)
Disse a ele que ao invés de dar remédios daria chumbinho para ele tomar e que seria um alívio para toda a sua família, inclusive para mim mesmo! (risos)
Ele ficou brabo e começou a me ameaçar dizendo que eu iria preso, porque eu era bandido e ele estava cheio de mim, retruquei dizendo que ele estava cheio dele mesmo.
Mas discussões acaloradas a parte, tal pessoa idosa me fez refletir,  pois além dele conheço muita gente de idade, com o  mesmo perfil na minha família.
Lembram quando falei que somos todos recipientes e que acumulamos muitas coisas dentro de nós mesmos, logo de inicio deste texto?
Pois é, tem gente quando mais nova, só vive do trabalho, ou seja, “vivem” em função do trivial, se esquecendo de dedicar as suas vidas as pessoas que amam ou mesmo, de fazer “coisas” que mais gostam, deixando de serem elas mesmas.
 Então o tempo passa e vem às frustrações, de não terem sido quem elas são de fato quando tiveram as suas oportunidades nesta vida, se dedicando apenas ao trabalhando, se esquecendo das coisas mais importantes que é ser feliz na sua própria vida.
Ninguém pode ser feliz tratando as suas vidas com desdém, ou negligenciando o seu próprio compromisso, de ser feliz neste mundo!
Se as pessoas fossem mais responsáveis, elas prestariam mais atenção na vida, porque a vida é perfeita e costuma nos dar indicações de que estamos fazendo coisas erradas, nos convidando a mudar nossos péssimos hábitos de querer ficar sempre na zona de conforto, fazendo o que sempre fizemos.
E as consequências de tais atitudes impensadas, nos torna como esse senhor, pai da minha patroa, pessoa frustrada que culpa deus e o mundo por estar do jeito que está.
Ele não tem problemas físicos, apesar da idade avançada, se locomove muito bem, a questão é que o ‘recipiente’ está saturado de muitas coisas ruins, que ele mesmo acumulou dentro dele, e agora, mesmo o corpo ajudando ele não tem o principal, para viver feliz nesta vida, como é a motivação!
Portanto, um aviso não viva a sua vida apenas do trivial, saia da sua zona de conforto, se sentir incomodado com alguma coisa em sua vida, se atreva a fazer o que você sempre quis e nunca teve coragem, mas nunca se conforme ou se acomode, pois a tua insatisfação pelo que sempre fez, é um alerta da própria vida te indicando que é hora de mudanças.
Quanto à discussão acalorada com o “bom” velhinho, não esquenta, não serei demitido, eu não seria louco em falar tudo aquilo, se não soubesse que ele tem problemas de memória e ninguém mais dá atenção para suas reclamações.
Você me considera uma pessoa má?!!?!?!?
Quero ver você aguentar uma pessoa velha e chata ainda por cima, azucrinando em seus ouvidos, dizendo estar de “saco cheio” de você sem você fazer absolutamente nada em plena quinta feira da semana, quando as suas baterias estiverem bem arriadas implorando para que a sexta feira chegue logo! (risos)
Paulo RK

Um comentário:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk perigosaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir