Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

sábado, 26 de março de 2011

Faça amor, não faça guerra!

Olha, podem me chamar de emo ao quadrado, mas eu não entendo, por que determinadas pessoas direcionam palavras ofensivas, para os seus semelhantes,e o que é pior , gratuitamente! Fico imaginando a merda de pessoas que são no mundo real, pois se agem como côcô, no mundo virtual, imaginem a diarréia, que devem ser pessoalmente. Recentemente fiquei muito chateado, por uma experiência de uma amiga blogueira, ela sentiu a ausência de dois dos seus seguidores, e alguém anonimamente, disse a ela que ela é muito depressiva(anonimamente, pura grosseria). Vamos esclarecer determinadas questões da vida, que parece que tem gente que ainda não entendeu, que a vida é demasiadamente curta para ficarmos criticando, condenando, ou apontando o dedo para quem quer que seja. O blog é um espaço livre, e nós escrevemos o que bem entendemos nele, sem restrições ou qualquer tipo de pré conceitos! Seguimos os blogs, das outras pessoas por livre espontânea vontade, pois com toda a certeza ,algo nele me atraiu, ninguém me obrigou, eu o fiz pois encontrei prazer na sua leitura. Tal liberdade de escolha, não me dá o direito de ofender as pessoas que estou seguindo, tenho que ter muita cautela no uso das palavras, e seus significados. Prefiro ser chamado de, o “viadinho virtual”, e criar laços fortes de afeto, do que ficar praticando grosserias , utilizando palavras e expressões chulas, me distanciando cada vez mais da humanidade. Eu realmente não entendo estas pessoas, aliás finjo que não entendo tal hostilidade para com o próximo, existem vários blogs, neste universo virtual, e como disse, ninguém te obrigou a seguir determinados conceitos de idéias. Foi espontâneo, o que não te dá o direito a grosserias, não quer seguir mais, não siga, mas seja digno, saia de mansinho e caladinho, tenha pelo menos respeito pelo teu próximo. Ninguém sabe, o que o nosso semelhante está passando, assim como ninguém sabe dos meus dramas, e tragédias pessoais, portanto não julguem pessoas pelo que elas escrevem. Não queira piorar, uma condição sofrida da pessoa, quando ela só está procurando apenas uma forma de desabafo, neste canal. Somos racionais, e a internet e todos os sites de relacionamentos, são instrumentos para agregar valores, e não para destruir a nossa bela humanidade. Lembrem -se, não precisamos mais de guerras, reais ou virtuais, o mundo já está nos oferecendo desafios, com as quais teremos que repensar todos os nossos valores. Prometam que de agora em diante, não serão mais irresponsáveis com o uso desta, que deveria ser uma forma de provar, as nossas superioridades e não o contrario. Quanto a amiga que foi ultrajada por este ser ignóbil, não fique triste por que “perdeu” dois seguidores, sinal que elas nunca foram verdadeiras com você, talvez por desconhecerem o verdadeiro sentido da amizade, elas nunca tentaram estender lhe as mãos, mesmos em palavras. O verdadeiro valor humano, brota na agente, quando aprendemos a valorizar as pessoas a nossa volta, é desprezando o nosso semelhante, que revelamos o quanto somos desprezíveis. Muito obrigado por terem lido, até o último parágrafo, desejo a todos que tenham um ótimo inicio de semana, sempre respeitando o próximo como desejamos ser.

6 comentários:

  1. Costumo dizer que a blogsfera é um retrato da realidade, já que é feita de pessoas reais e, assim como não podemos agradar todo mundo e às vezes nos desentendemos com alguém, aqui as coisas se repetem. Ser grosseiro no blog de outro ou ofender é uma falta de educação, mais nem todos são educados... Creio que fazer a nossa parte, tratando bem os seguidores e sendo cordial em nossos comentários é o que se pode contribuir para o bem estar virtual e para exemplo dos que usam a internet e o anonimato para desabafar seu mau humor com o mundo.
    Abração
    Adri

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que é impossível conviver sem trolls pela internet, mas espero que qualquer pessoa com o tempo compreenda que o tempo que ela gasta xingando os outros poderia ser usado melhor de outra forma. Espero que as pessoas desse tipo notem que, no fundo, quem está sendo idiota são elas.
    E que bom que você preza pela boa convivência. Eu aprecio muito isso de você, mesmo. Confesso que de início me espantei com tamanha demonstração de educação, é raro no mundo bloguístico, mas hoje eu penso que mais pessoas deveriam tentar ser mais gentis de verdade.

    ResponderExcluir
  3. O meu blog tem mais de 120 seguidores e eu recebo comentários apenas de meia dúzia de pessoas, contudo essa meia dúzia que comentam valem muito, pois comentam de forma relevante.
    Também já me disseram no meu blog que sou pessimista demais, depressivo demais e que sou uma pessoa nojenta, um "cagalhão de merda", por ficar agredindo as pessoas e tentando "impor" minhas opiniões.
    No começo me incomodava muito com esse tipo de pessoa, chegava a perder o sono e até mesmo a procurá-las pela internet para devolver a ofensa, mas não, hoje vejo que esse tipo de pessoa ou suas opiniões não importam pra mim. Quero ser a agir da maneira que bem entender, independente da opinião das pessoas sobre mim, mesmo que seja negativa.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Paulo!
    Aqui estou de volta.
    Infelizmente, não podemos mudar a educação das pessoas.Pode ser que eu esteja errada, mas prefiro ignorar quando isto acontece.
    Porque responder da mesma forma é aborrecimento em dobro e isso não faz parte do meu EU.
    Vir na blogosfera prá mim é relaxar e esquecer os aborrecimentos do dia-a-dia. Caso contrário não venho.
    Paulo tenho esperanças, que aos poucos as pessoas caiam em si e tentem melhorar-se a si mesmas fazendo um mundo melhor.
    Por que fazer a guerra se podemos viver tão bem em paz?
    Uma linda semana prá vc!!
    Bjs!!
    As arteiras

    ResponderExcluir
  5. Olá Paulo!!!

    Meu amigo, vou ter que concordar com vc e todos os pejorativos!

    Faz pouco tempo alguém gratuita e erroniamente veio a me julgar, falando coisas mentirosas mesmo depois de explicações dadas.

    Eu não costumo me desculpar quando náo sinto que preciso pedir desculpas, eu aprendi que é melhor fazer o possivel para nao ter que pedilas enfim...
    concordo com vc, alguns usam do anonimato de um computador, para usar de palavras feias e grosseirias, uma pena, mas como vc, tbm acredito que o meio virtual- nada mais -e que atalho. uma extensão de quem somos na "real"

    Sendo assim, entendesse que um tipo desses deve cuspir nos da calçada pela janela do apartamento.

    Estou contigo amigo!!

    Um forte abraço!

    PS: quando for no Alma do Poeta, clique no link Camaleoa, é o blog da jak minha namorada, se puder faça uma visita!

    Uma ótima tarde e de o meu beijo a sua amiga!

    Vini

    ResponderExcluir
  6. Quando encontro pela vida pessoas de princípios, procuro nao perdê-las de vista nunca, porque cresço de maneira tal com a convivência com elas. Caso contrário, como você bem disse, prefiro sair de fininho e educadamente.

    Sabe, cada vez que venho aqui me "apaixono" mais pela pessoa que você é, pela alma boa que tem, e deixa isso claro através dos seus pensamentos aqui registrados. Parabéns, sao poucos me causam essas sensacoes compensadoras, porque escrever bonito é uma coisa, mas transpassar a essência, é outra bem diferente.

    #Beijinhossss de terca-feira :-)

    ResponderExcluir