Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

quarta-feira, 30 de março de 2011

Cinema mudo, a vida reprisando momentos dificeis!

Já tiveram a impressão de estarem assistindo a um filme dramático, onde tudo que você pode fazer, é ficar calado, e sofrer solitariamente sem poder fazer, absolutamente nada? A sensação de impotência é extrema, terrivelmente cruel para com os nossos sentidos. Fui criado para servir aos outros, ajudar as pessoas é o lema, e não falo isso, só para parecer o mocinho da história. Este sentido foi mais aguçado quando entrei para uma ONG(BSGI), onde executamos trabalhos de inclusão social, seguindo a filosofia de vida budista (tudo muito bonito). Lá percebi o quanto são insignificantes, todos os meus problemas pessoais,agir em prol dos outros, nos dá uma dimensão exata, dos nossos sentimentos egoístas. Hoje me senti totalmente impotente, quando um amigo chorou , falando das suas dificuldades, que está passando, de desemprego, de ter que devolver o carro, ter que ajudar a sua mãe doente, além de não poder contar com seus outros irmãos(totalmente indiferentes com a própria mãe). Logo depois, que ele foi embora de casa, comecei a lembrar das outras pessoas ,que também não consegui ajudar, num passado mais recente,e desandei a chorar. Pessoas bacanas, que passaram por mim, me ensinando as coisas boas da vida,momentos bons que passamos juntos, serão eternizados em minha memória , e anexos a elas, a inevitável cobrança, e a pergunta do meu inconsciente, que não quer calar, diante este dilema pessoal; “será que eu não poderia ter feito mais por elas?” Por que será, que as pessoas se apegam aos problemas com tanta garra? Isto não resolverá , muito pelo contrário, ela só vai piorar o que já está ruim, e o pior de tudo, é que a sua saúde será ceifada, como terras ressequidas. Não existe nenhuma formula mágica, para resolver todos os problemas pessoais, mas podemos de alguma forma, reforçar as nossas energias vitais, nos capacitando a ter mais sabedoria, e conseqüentemente aprender a lidar melhor com a situação. Há exatamente, dois anos atrás, um grande amigo músico,pessoa maravilhosa, morreu de anemia crônica, fruto de uma poderosa depressão, ocasionado pelas constantes preocupações, com a sua situação financeira, e principalmente com a sua querida mãe. Lembro-me do quanto gostava de falar com ele, praticamente não existia tempo ruim, ele me ensinou a tirar as minhas primeiras notas no violão, e sempre me chamava a atenção, dizendo que eu era muito preguiçoso. Pois não saia do dó, ré, mi........, rsrsrsrsrs, quantas saudades eu sinto das tuas broncas, pois nelas sentiam que ele realmente se importava comigo! Mas não consegui salvar a sua vida, ajuda -lo de alguma forma, eu só queria que ele recitasse o mantra, e fortalecesse a tua energia vital, pois a sua mãe também estava doente, e dependia muito dele. Novamente, me vejo assistindo ao mesmo filme, um amigo bacana, passando por diversas dificuldades, e eu não podendo fazer absolutamente nada, para interferir em suas vidas positivamente. Por que as pessoas são tão teimosas, e insistem nos mesmos erros sempre, por que elas não se dão uma chance, e não experimentam um novo caminho? Por que elas não escutam as pessoas, por que elas não me escutam, só queria que ele recitasse o mantra, e se fortalecesse , obtendo a energia vital, combustível necessário para a nossa sanidade mental. Este “post” está sendo direcionado para um amigo muito especial, que tenho como um irmão, mas no fundo a mensagem é universal (para todos), não temos que nos apegar aos problemas, apenas soluciona -lãs,é simples assim, quando não complicamos! Recitar este mantra; “NAM MYOHO RENGUE KYO”, fazemos brotar do fundo de nossas almas, a energia vital tão necessárias para mantermos as nossas consciências sãs, e agirmos com mais sabedoria, frente as dificuldades mundanas. Quero deixar claro, que não desejo converter alguém, só gostaria de despertar nas pessoas, que ‘Deus na sua grande generosidade, deixou em nossas mãos,muitas ferramentas para serem utilizadas.’ Mas ignorando este fato, esperamos sempre por um milagre, exigindo injustamente pela intervenção do nosso senhor! Lembre -se da relevante mensagem bíblica; “Faça por onde que eu te ajudarei!” Muito obrigado por terem lido até o último parágrafo, espero que todos saibam lidar com todos os teus problemas pessoais de forma a não se deixarem dominar por elas. Paulo RK SP MINDS NAMASTÊ!

7 comentários:

  1. Paulo querido...
    Muito obrigada pelo texto. A unica coisa que posso fazer neste momento é te agradecer por dividir conosco tão verdadeiros sentimentos.
    Que suas lágrimas não sejam em vão.
    Venha me visitar!
    Bjs
    Borboleta
    www.voandocomborbolletas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Paulo meu jardim...
    Precisei voltar. Preciso agradecer as palavras tão cheias de ternura que me escreveu.
    Sabe o que mais me encanta nos blogs, é que a gente não se conhece, não criamos rótulos tão comuns às aparências. Aqui o que entra em sintonia é o espírito, o que nos atrai é o sentir, o pensar, são as emoções.
    Muito obrigada pelo carinho, obrigada de coração mesmo!
    Fico muito feliz em fazer parte de seu jardim, estarei sempre voando por aqui. Buscando o perfume de suas palavras.
    Bj...bj...bj pra vc!
    Borboleta

    ResponderExcluir
  3. muito especial este texto.

    pois é...às vezes é tão simples melhorar a vida, basta apenas a vontade e a coragem de mudar um pouco... mas parece q mtos se apegam aos velhos costumes, aos velhos problemas e tem medo de mover uma palha que seja.

    adoro esse bonito mantra, nam myoho renge kyo.

    abraços!

    ResponderExcluir
  4. Olá meu anjo...

    Antes mesmo de comentar teu emocionante texto (relato) parei para refletir sobre a angustia que nos envolve qdo não conseguimos ajudar um amigo. Mas, Paulo, te pergunto: ouvir seu amigo já não foi uma ajuda? Tenho certeza que vc tb o aconselhou, senão acredito que não seria vc.
    As vezes meu amigo, as palavras valem mais que muito dinheiro, porém, a força maior vem das pessoas com problemas. Podemos mudar, basta acreditar e fazer. No entanto amigo, lembre-se que as pessoas estão em estágios diferentes de evolução.

    Registrando: amo teu coração.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ter a coragem de perceber...
    Ter a coragem de mudar...
    Ter a coragem de recomeçar de novo...
    É isso que eu tento fazer, em todos os
    momentos. Obrigada pelo seu texto.
    Bj.
    Irene

    ResponderExcluir
  6. A simplicidade das coisas tbm apavora!!

    Perdoa a correria meu amigo!
    Estou no escritório, mas volto a noite com mais calma.

    Um forte abraço, te espero no Alma!

    ResponderExcluir
  7. É aquilo que eu já disse: por mais que tentemos ajudar as pessoas, só podemos acompanhá-las, ou melhor, guiá-las até um certo ponto. O resto vai ter que partir dela.
    Não se culpe tanto por não conseguir ajudar as pessoas da forma que queria, pois você faz o que está ao seu alcance fazer. Nem mais nem menos.

    ResponderExcluir