Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Na vida é assim, relaxa e goza!


Tem uma coisa que me incomoda, e talvez nunca me acostume, é a capacidade das pessoas exagerarem no quesito preocupação.
É incrível, mas as pessoas só se preocupam com besteiras, ao invés de concentrarem seus hormônios, e produzirem o que sabem fazer de melhor, elas se preocupam com o que os outros estão pensando, ou falando a seu respeito.
Quanto as criticas, ou opiniões, todos estamos sujeitos, e ainda que ela seja negativa, acaba se tornando positiva, pois se alguém opinou sobre qualquer coisa que você faz, é porque você mexeu com ela.
E é esta a essência de um artista, criar, extrair, invocar os sentimentos das pessoas, tornando as coisas comuns, em algo belo,e da mais alta relevância.
Para se ter uma idéia, a opinião alheia, seja ela negativa ou positiva, funciona para um artista, como um termômetro,e é através dela que ele pode mensurar, a sua capacidade criativa, pois se as pessoas forem indiferentes a tua arte, é porque ele é muito convencional, e não merece ter o titulo de artista.
Se você é daqueles, que não aceitam bem as reações negativas, e só esperam ouvir elogios e bajulações , você está mais para uma pessoa imatura, e muito provavelmente, não está preparada para fazer o que quer que esteja fazendo.
Antes de criarmos ou fazer algo, precisamos assumir uma condição, a condição inabalável, de que nada mudará a minha intensão, daí surge a convicção.
E é nestas condições, que podemos tocar as pessoas, certa vez li uma passagem que dizia; “que podemos escolher na vida qualquer tipo de profissão.”
E , o que é mais importante neste processo, é você fazer com amor, e com sentimentos de puro altruísmo, ainda que eu não domine o português escrito, e muito provavelmente as minhas postagens, estejam carregados de erros bobos, as pessoas captarão este sentimento, e esta energia, dando a impressão, que estou mais para o professor Pasquale, do que um aluno rebelde, que sempre odiou esta matéria.
Portanto vamos dar mais ênfases, naquilo que fazemos com base na nossa proposta inicial, ouvir comentários de natureza negativa ou positiva, faz parte do nosso próprio aprendizado, e é uma forma de estarmos aprimorando as nossas condições de artista ou de um profissional.
Na vida é assim, então relaxe e goze, vamos encarar comentários , criticas e opiniões alheias, como uma resposta , um feed back precioso, daquilo que oferecemos ao mundo,e nunca, mas em hipótese algum, levar para o lado pessoal.
Lembrem-se, devemos ficar felizes, com as pessoas que nos criticam, mas cautelosos com aqueles que nos elogiam, pois elogios inflam os nossos egos, tornando nos cegos em relação as nossas próprias fraquezas.
Muito obrigado por terem lido até o último parágrafo e conte sempre comigo!
Paulo RK SP MINDS NAMASTÊ!

5 comentários:

  1. Acabei de ler um post que mais ou menos reflete o seu pensamento. a importância ao olhar negativo do outro, vou deixar o link aqui (me desculpe rs, mas vale a pena ler)
    http://pequenosbarulhosinternos.blogspot.com/2011/01/vida-nao-se-resume.html
    da minha querida amiga Carla.


    é muito bom qdo aparecem os que não gostam da gente, nos criticam. nessas horas a gente entende que ninguém tem a obrigação de nos amar, não somos unanimidade e nunca vamos ser.

    portanto, bobagem morrer por causa de um parecer negativo, isso é fraqueza interior.
    abraços, excelente o post

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Paulo...

    que texto interessante. Uma excelente reflexão para o dia. Realmente para o ser humano é muito difícil aceitar uma crítica a respeito de algo que está produzindo. Com meus vinte e poucos trinta anos hehe também já me importei muito com que os outros pensavam. O que levava em consideração era somente a crítica negativa. Trilhões de pessoas podiam elogiar, mas se uma, umazinha só, metesse o verbo ruim, euzinha já nem dormia de raiva. É a síndrome do velho ditado: "Quem fere com ferro, com ferro será ferrido." Ficava ali matutando o que de "sacanagem" ia aprontar para essa pessoa insensível que me criticou.
    O bom disso, meu amigo, é que acabamos aprendendo que nossa imaturidade faz mal só a nós e que se não crescermos, o barco ´passa e nada construímos de inovador.
    A vida é uma caixinha de surpresas que poucos sabem valorizar, alguns até tentam e muitos nem se dão conta. Mas no fim, todos aprendemos, de forma e tempo diferente, mas aprendemos.

    Obrigada por sua visitinha no meu blog. Legal vc ser budista. Já tinha lido em algum lugar do seu blog. Como vc, tento tb ser universal em relação a religião em meus blogs.

    Beijos e boa quinta....estarei viajando e só volto na terça...férias hehe

    ResponderExcluir
  3. oH! Paulo, depois desse post queria te agradecer por sempre escrever soluções para questionamentos da minha vida hoje. Você me passa um grande aprendizado. Obrigada.

    ResponderExcluir
  4. relaxar e gozar é o meu mote de vida de há muito ... quase q literalmente falando ... rs

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  5. Durante muitos e muitos anos eu fui assim, me preocupei tanto com o que todas as pessoas pensavam de mim que eu acabava me anulando. Sofria muito. Hoje eu não ligo mais, prefiro passar por arrogante e antipático, mas não ligo mais tanto se gostam de mim ou não.

    ResponderExcluir