Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Formigamento na bunda


As vezes pensamentos “anormais”, invadem a minha consciência, outro dia estava observando como a humanidade tem a natureza inquieta.
Por mais rigorosa que seja uma disciplina, ela é incapaz de sossegar a necessidade humana, de sempre estar procurando, vasculhando, fuçando o desconhecido.
Será que existe um nome para este tipo de comportamento?
Literalmente falando, parece que a humanidade tem formigas no seu traseiro, acho que o nome "formigas bundudus humanus," seria mais adequado do que homos sapiens.
E com todos os estragos cometidos contra a mãe natureza, deveríamos estar em paz, com todos os “avanços” conquistados, em nome de um progresso desprovido de ética.
Sei lá, toda humanidade é assim, um exagero de formigamento no rabo!
Mas, do macrocosmo para o microcosmo, vamos analisar do ponto de vista micro, aqui dentro de casa, tem gente que é assim, nunca tá feliz com nada, sempre reclamando da vida, sempre entediada, vive procurando confusão.
Parece que não agüenta viver em paz, precisa de um barulho, de alguma briguinha para “apimentar” a sua existência.
Não sossega o rabo, e por isso não consegue emprego, pois não tem disciplina, não consegue se concentrar, obedecer regras, e normas de comportamentos.
Junte esta única pessoa, que compõem o meu micro espaço, ao macro espaço chamado planeta terra, hoje somamos juntos, bilhões, se não trilhões de pessoas.
Um formigueiro do caos , um enxame de confusão, atuando num mundo sem dono, desgovernadamente e totalmente desprovido de ética.
Cada um faz o que quer, o que bem entende e como quiser!
Pois cada ser "formigas bundudus humanus," pensa que é livre, só porque tem dinheiro, e que suas ações serão justificadas no futuro.
Mas pessoalmente, acredito que homem nenhum será livre, enquanto estiver sendo controlado, dominado por qualquer força, e principalmente por este formigamento no seu traseiro, esta coceirinha que domina a sua consciência, definitivamente é muita crueldade.
Portanto meu caro amigo, sossega o facho, compreenda que muitas vezes a vida, nos dá o que precisamos, e nem sempre as coisas que pedimos nos faria nos sentir melhor.
A vida é sábia, ela sabe exatamente o que precisamos, invocar as formiguinhas que vivem em nosso traseiro, só tem a agravar uma situação que muitas vezes, seria resolvido se não fossemos tão afobados.
Acredite, já passei por isso, hoje estou mais sossegado, apreendi a respirar novamente, e apreciar a vida de uma forma mais prazerosa.
Quanto ao formigamento “anal”, este já aposentei há muito tempo.
Muito obrigado por terem lido até o último parágrafo.
Paulo RkSp NAMASTÊ

3 comentários:

  1. Texto interessante e humorado!
    Abçs!

    ResponderExcluir
  2. Ai minha Nossa Senhora do Chuveiro Elétrico, dai-me resistência"!!!!
    `As vezes fico cá no meu insignificante mundinho tentando entender o ser humano,mas me vasculho e não encontro muitas respostas e penso: ou não sou humana ou o ser humano é realmente uma equação muito difícil de ser resolvida.
    Eu, agradeço pela Humanidade ter essa inquietação, essa busca pelo desconhecido, não somente material, mas principalmente pelo espiritual.Com ela evoluimos, mesmo aos trancos.
    Por esses dias alguém me disse que somos um conjunto de coisas que fomos em outras vidas ou que trazemos na bagagem muitas coisas das vidas passadas, o que explicaria vários dons que podem ser chamados de divinos.
    A inquietação do homem fez com que esfregasse um galho no outro e que dessa fricção surgisse o fogo. Dai a atear fogo à floresta já é outra história. O mesmo podemos dizer da invenção da roda,da pólvora, do avião...e por ai vai!
    O que quero dizer é que sempre haverá uma luz na escuridão e, infelizmente, alguém apagando a luz. Já ouviu aquela frase que diz: a humanidade é desumana?Pois é!
    O que fazer e como lidar com essa inquietação é que faz toda a diferença.
    Não podemos generalizar e dizer que o mundo não tem dono. Tem sim. Somos regidos por um relógio interno chamado livre arbitrio e mesmo que não existisse nenhuma lei ou regra sentiriamos o peso da atrocidade se a mesma fosse cometida a nossa volta.
    Você diz que o homem não será livre enquanto estiver sendo controlado ou dominado por qualquer força. Não se esqueça de que o homem torna-se escravo de si mesmo antes de se tornar escravo de outrem ou de alguma coisa.A história nos mostra isso.A nossa vida diária nos prova isso!
    Agora quanto a ser regido por uma força maior, se for a da Natureza, se for pelo Grande Pai ou mesmo Buda se você não é ateu, qual o problema? São forças mágicas. Do Bem.Existem para que a humandidade não se transforme num caos completo. Elas, essas forças, nos salvam, nos enchemn o coração de Amor.
    Quanto a pessoa que vive em seu microcosmo não conseguir as coisas que objetiva e fazer tremer a casa é outra história. Ela é a dona,paga o aluguel?Ou simplesmente vem de visita. Acredite, ninguém merece esse tipo de gente que não tem nada a ver com inquietação e sim com falta de educação, desprovida de metas e que acredita numa chuva de soluções, enquanto se anuncia a maior seca do século. Manda passear ou simplesmente lhe mostre a Verdade. Faça a usar um bom sabonete e esfregar-se com uma boa bucha, pois formigamento no traseiro também pode ser falta de higiene fisica ou moral...

    ResponderExcluir
  3. Gostei! Ousado! Boa reflexão! Completada pela Celia Pires!
    Continue produzindo...
    Abjçs!

    ResponderExcluir