Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Mea culpa


A vida para mim, é um grande campo de batalha, onde travamos uma luta para vencermos as nossas próprias ignorâncias, e fraquezas pessoais.
O nosso grande inimigo, somos nós mesmos, somos vitimas das nossas próprias bestialidades.
Ignoramos os exemplos, que temos muitas vezes, dentro das nossas próprias casas,nos nossos quintais, nas ruas, ou mesmo nas nossas vizinhanças.
E sempre acabamos fazendo, as mesmas mesmices que os outros, e o pior é que ignoramos este fato, culpando as pessoas, a sociedade, e o mundo pelas nossas próprias frustrações, e fracassos.
Enquanto agirmos, desta forma irresponsável, e sempre culparmos os outros pelos nossos infortúnios, nunca atingiremos a evolução espiritual, que seres como Jesus, Budha e, entre outros alcançaram.
Eles mesmos, vieram para nos ensinar, mas quanto de nós, praticamos a lição que foi deixada por eles?
Sim, nem tudo está perdido, pois entre pedras e espinhos, sempre existirão, pessoas que fazem da máxima ; “amais uns aos outros, como a ti mesmo”, um exemplo de vida pessoal para todo mundo.
Estou me referindo aos amigos, que sempre se lembram da gente, mesmo quando por uma fraqueza maior, não conseguimos ser tão intensos, quanto eles.
Nos enviando mensagens, recheados de carinhos, ou mesmo um vídeo contendo, um clip musical, absurdamente bacana.
Pode parecer pouco, mas num mundo cada vez mais intenso, significa muito, imagine alguém que estuda e trabalha, saindo cedo de casa e voltando demasiadamente tarde.
Tendo poucas horas de sono, enfrentando meios de transportes precários, quando não estão, enfrentando trânsitos caóticos (conhecemos muito bem).
Recentemente fiquei “amarrado”, ou envolvido por quatro dias,em um projeto alternativo pessoal, tempo suficiente para deixar de responder alguns e-mails, mandar felicitações de aniversários , escrever textos para o blog, e entre outras atividades, rotineiras na minha vida.
Mas mesmo assim, estas pessoas que costumo chamar de anjos, tiveram tempo para enviar mensagens ou vídeos, contrariando todos os meus paradigmas, de que é impossível assobiar, e chupar cana ao mesmo tempo, eles me provaram o quanto, me falta habilidades, para lidar com o meu tempo.
Eles não me criticaram, não me falaram absolutamente nada, que reprovasse esta minha deficiência, muito pelo contrario, eles me provaram em atitudes, o quanto são superiores em relevar estes meus deslizes.
Acabo de compreender bem, a máxima que diz; “desculpa para o aleijado é muleta”, me envergonho em mencionar tais pensamentos, mas seria muita covardia, a minha, fingir que nada está acontecendo.
Pois até os animais, que injustamente consideramos irracionais, e inferiores, são bem mais humanos do que agente.
Eles são gratos, e retribuem com um amor intenso, o carinho de seus donos, enquanto isto, faço das minhas correrias, uma desculpa para dormir até mais tarde, e dizer que não me sobrou tempo para nada.
Se para superarmos, e enfrentarmos as nossas fraquezas, primeiro precisamos identifica-las , e encara-las , aqui estou eu.
Admitindo ser este covarde, que prefere dormir um pouco mais, até tarde, para “compensar” as poucas horas dormidas, nas noites anteriores.
Peço perdão a todos os amigos, que com toda a certeza merecem muito mais consideração da minha parte, do que desculpas esquálidas, de uma pessoa fraca.
Com toda certeza, compensarei de alguma forma, todos os carinhos enviados, a minha ingratidão e falta de noção, em todos os aspectos.
Muito obrigado por terem lido até o último parágrafo.
Paulo RK SP MINDS NAMASTÊ!

9 comentários:

  1. Tá desculpado! Rsrsrsrs... Mas que você faz falta... Ah faz! Bjo

    ResponderExcluir
  2. Paulo meu querido pensador...
    Está sendo muito duro com você mesmo.
    Você é uma pessoa extremamente doce, querida. Percebemos isso em cada palavra aqui colocada. Não se cobre tanto! Não se julgue covarde!
    Confesso que senti sua falta sim, mas que bom que senti! Não veio mais me visitar e suas palavras fazem falta em meu blog. Palavras tão carinhosas.
    Hoje li em um blog uma frase que quero compartilhar com vc....

    " Abençoe as dificuldades!"

    Uma ótima semana pra vc meu querido dorminhoco!!
    Bjs de quem tb anda sobrecarregada, assobiando, chupando cana e blogueando no pouquíssimo tempo livre.
    Borboleta

    ResponderExcluir
  3. Por isso a frase do meu blog é "essa é a parte da minha vida que chamo de liberdade". Ninguém é obrigado na blogosfera a dar retorno por obrigação, tem que ser livre.

    ResponderExcluir
  4. Eu já disse que você se cobra demais. Você é o amigo e o anjo que consegue ser. Nem mais nem menos. E todos agradecem pelo seu esforço.

    ResponderExcluir
  5. Ah....quem se cobra demais.....como é adorável ver um ser que se cobra demais na medida que os outros cobram de menos.
    Uma corda de violino não emitirá uma nota se não for repuxada, ou então emitirá um som flatulento e indigno de sí mesmo.
    Puxe-se e repuxe-se , bom Paulo. Os melhores sons surgem daí.
    All that JAS

    ResponderExcluir
  6. Ahhhh, o que é isso? Não precisa pedir desculpas por nada, afinal se eu tivesse no seu lugar faria a mesma coisa, ou seja, dormiria mesmo. hehe
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  7. Antônio do Cores da Crise foi perfeito em suas observações ... tb sofro desta síndrome da cobrança ... é um verdadeiro inferno viver assim mas um inferno do qual eu não abro mão ... acho q ainda vale a pena ...

    ps:Coisas de um Bratz já esclerosado. Deixei o vídeo no privado para q os curiosos e fuçadores não o vissem antes o post e esqueci de liberá-lo ontem ... mas enfim ... já está liberado ... pode fazer o favor de voltar lá e rasgar todas as sedas de elogios que o Bratz merece, gosta e espera ... kkkkk

    ResponderExcluir
  8. Gente!sou doido com este menino! não sei pq! rs

    ResponderExcluir
  9. Bom dia, amigo!
    Vou te dizer algo, que ouvi de um amigo, e foi muito importante pra mim.

    -Paulo! Obrigada! Por VOCÊ existir!

    Abraços,
    Lu

    ResponderExcluir