Paulo Rk

Paulo Rk
Contemplação da mente

quarta-feira, 4 de julho de 2012

A única pessoa no mundo que te pode fazer feliz, é você mesmo, só te falta a consciência desta realidade!

A morte não é a maior tragédia do ser humano, mas a falta de interesse pela vida, é a desgraça de toda a humanidade. Todos os dias, me deparo com pessoas descontentes com as suas realidades, e acomodadas pela situação, não fazem absolutamente nada, para transformar seus infortúnios. Elas se fazem de vitimas do destino, ou que é pior, de um deus, que ainda reside no imaginário coletivo, pedindo a ele, que faça as suas lições, e deveres de casas. “Conjecturo!” Se existe um deus, do jeito que todos imaginam, penso que ele deve ser um ser dotado com muita sabedoria e benevolência, como os professores deveriam ser em salas de aulas. Portanto nem pense que ele fará os seus exercícios, só porque você está sofrendo com a sua própria ignorância e incapacidade, de resolver as suas próprias questões existenciais. Um bom pai e mestre da vida, sabe que nem sempre os melhores remédios, são agradáveis, e teoricamente, quanto mais quebrarmos as nossas cabeças, para solucionarmos as “questões da vida” que nos afligem, mais amadurecemos, nos tornando em pessoas, infinitamente melhores. Não tenho a pretensão de ser o dono da verdade, pois ninguém no mundo é, mas tal realidade, aconteceu comigo. Quando eu era novo, era confuso, atrapalhado, e me desesperava, com qualquer situação. Ficava tão desesperado que a minha mente e visão ficavam turvas, e tudo o que fazia além de reclamar, e me considerar vitima da vida, era complicar uma situação, que já estava tenso! Por esta razão, afirmo com convicção, que o amadurecimento é uma benção na vida de qualquer mortal comum. No processo do amadurecimento, muitas coisas ruins do passado, não me afligem mais, principalmente a insegurança, sou sincero em dizer que hoje, apesar dos meus recursos financeiros e vida simplória, consigo viver bem e em paz com todos. Se tenho algum “probrema”, vou resolver, pois entendi a tempos, que tudo na vida, é passageiro e não precisamos eternizar os nossos sofrimentos, medindo esforços com as coisas, que não conseguimos compreender a curto prazo. Consideramos “probrema”, tudo aquilo que nos contraria em vida, e o sofrimento aumenta a medida que nos sentimos vitimas, e reclamamos da própria vida. Não são os problemas que nos enfraquecem, mas a nossa postura diante delas, os pensamentos negativos, detonam as nossa vitalidades, roubando as nossas alegrias de viver. Devemos cultivar uma mente audaciosa, e agradecer pelos desafios impostos pela própria vida, pois acredite ou não, uma vida problemática, é uma vida rica e próspera. Posso parecer um masoquista convicto, mas sei que vão concordar comigo, todos os confortos e “mimos” tecnológicos da vida contemporânea, nasceram dos desafios e da necessidade de superação de obstáculos, que até aquele momento, pareciam intransponíveis. Tais revoluções aconteceram, graças as pessoas de atitudes “descontentes” com a realidade, pessoas que viveram, acreditando na máxima, que diz que para tudo na vida há uma solução, e buscaram por soluções! Deu pra perceber o funcionamento da vida? Se dependêssemos de pessoas que só lamentam, ao invés de enfrentar os problemas, muito provavelmente não estaria blogando, no meu computador pessoal, e no conforto de casa. Estaria escrevendo a lápis em um diário qualquer , iluminado por um vela, e o que é bem pior, não poderia compartilhar meus pensamentos e sentimentos com o mundo. Portanto, devote mais a sua vida, quanto maior for a sua devoção, maior será a sua sede de superação. Independendo da dimensão dos teus problemas, quem as torna invencíveis, somos nós mesmos, nunca se esqueçam disto. Ficar lamentando ou se fazer de vitima, só turvará a sua mente e visão, tornando uma situação ruim em pior. Vou te propor uma mudança de comportamento, que parecerá um pensamento improvável, mas definitivamente, ela trará de volta, a qualidade de vida, que talvez você nunca tenha tido, até a leitura desta crônica. Sem a pretensão de curar alguém, pois não sou médico psiquiatra, ou nasci com algum dom, para curar as “doenças da alma” humana. Mas ao ler esta crônica e você refletir com tudo aquilo que eu falei, estarei satisfeito, pois esta será a minha pequena contribuição, com um mundo melhor. A pequena semente que planto hoje, será uma grande arvore de carvalho do futuro, capaz de suportar a mais terrível de todas as atribulações mundanas. Voltando ao pensamento e proposta improvável, peço que agradeça a vida, seja qual for a sua situação, o sofrimento é momentâneo, mas o aprendizado derivado dela, é eterno e se tiver gratidão suficiente, você nunca passará pelos mesmos infortúnios futuramente, pois a gratidão te fará uma pessoa sabia. Tente enxergar os problemas como uma benção, como uma dadiva divina da vida, para fazer você reagir positivamente, com tudo o que te faz sofrer, e sair da inercia. Saiba que em muitos casos, o teu algoz pode ser o seu salvador, como um “agente positivo” da vida, pois ele é um combustível, que te fará forte e fará você chegar onde você nunca imaginou chegar. Portanto seja amigo da vida, faça amizade com ela, devote a sua realidade com humildade, e se respeite não se compare a ninguém, pois no mundo do carma, todos temos um histórico pessoal, intransferível. Cada um com seu cada um , capitchê!?!?!?!??! Acredite, ao ter gratidão com a sua vida, você estará em paz consigo mesmo, e terá hum milhão de razões para lutar e buscar a sua própria felicidade. Lembre-se, que a única pessoa em todo o mundo, que pode fazer você feliz, é você mesmo, pois só você, sabe o que é melhor pra você, ninguém mais! Paulo RK

5 comentários:

  1. Adorei seu texto! Gostei principalmente da parte que diz que é a postura que temos ao nos deparar com o problema é que pode nos enfraquecer!

    ResponderExcluir
  2. Olá Paulo Rideaki !

    Gostaria de agradecer pela sua mensagem. Quero destacar esta pequena parte do seu texto: "A pequena semente que planto hoje, será uma grande arvore de carvalho do futuro, capaz de suportar a mais terrível de todas as atribulações mundanas." e dizer muito obrigado por esta preciosa semente.

    ResponderExcluir